6 de fevereiro de 2014

ADVOGADO QUESTIONA VALOR DE MULTA DE GENOINO

untitledO advogado Luiz Fernando Pacheco, que defende o ex-presidente do PT e ex-deputado José Genoino (PT-SP), pediu nesta quarta-feira (5) que o Supremo Tribunal Federal (STF) determine que a Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal explique como chegou ao valor atualizado de R$ 667 mil para a multa imposta ao petista no julgamento do processo do mensalão.

Pacheco afirma que, em seus cálculos, Genoino deveria ter sido punido com multa de R$ 380 mil. O valor inicial, calculado com base em informações do processo, tinha sido estimado em R$ 468 mil. Após a atualização feita pela Justiça, a quantia passou para R$ 667 mil.

O advogado afirma já ter pedido informações para a VEP sobre o valor, mas diz que não teve o pleito atendido. Agora, quer receber explicações sobre a metodologia utilizada para se chegar ao valor. Depois disso, avaliará se contesta ou não a multa que já foi quitada.

"Na minha conta o valor é R$ 380 mil. A contadoria da VEP estabeleceu em R$ 667 mil, mas não explicou como chegou ao valor. Então, estou pedindo ao Supremo, como já tinha pedido, mas o juiz não levou em consideração, que determine que o contador explique como chegou ao valor já que há diferença na conta. Que ele explique a metodologia para que, assim, eu avalie a possibilidade ou não de contestar", disse Pacheco.

Os recursos para o pagamento da multa foram obtidos integralmente com doações a partir de uma campanha na internet organizada pela família do petista. O ministro do STF Gilmar Mendes contestou a legalidade da arrecadação e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, explicou que há procedimentos abertos para apurar a legalidade das doações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

APÓS VOTAR EM LULA, JOAQUIM BARBOSA DIZ QUE PRESIDENTE É OMISSO

O ex-presidente do STF, Joaquim Barbosa, usou a rede social X para reclamar da postura do presidente da República, Luís Inácio Lula da Sil...