20 de setembro de 2022

PGR DEFENDE ARQUIVAMENTO DE INQUÉRITO QUE APURA SE BOLSONARO INTERFERIU NA PF

A Procuradoria-Geral da República (PGR) defendeu, no Supremo Tribunal Federal (STF), o arquivamento do inquérito que apura se o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir na Polícia Federal.

 

"Diante da atual falta de perspectiva de obtenção de novos elementos que autorizem conclusão diversa, é forçoso reconhecer a ausência de elementos mínimos de convicção capazes de justificar o oferecimento de denúncia, estando ausente a justa causa para a deflagração de ação penal", afirmou a vice-procuradora Lindôra Araújo.

 

Em março, a Polícia Federal também tinha concluído que não houve crime na conduta do presidente e do ex-ministro Sergio Moro.

 

Agora, a subprocuradora também entendeu que Bolsonaro e o ex-ministro não cometeram delitos.

0 comentários:

Postar um comentário