29 de junho de 2022

SOBE PARA 51 O NÚMERO DE IMIGRANTES ILEGAIS MORTOS DENTRO DE CARRETA; MOTORISTA ESTÁ PRESO

Famílias de imigrantes do México e da América Central esperam desesperadamente notícias de seus entes queridos nesta terça-feira (28) enquanto as autoridades americanas trabalham na sombria tarefa de identificar as pessoas que morreram depois de serem abandonadas em uma carreta sem ar condicionado no calor sufocante do Texas. 

 

O número de mortos aumentou para 51 nesta terça, 39 homens e 12 mulheres, declararam as autoridades locais em coletiva de imprensa. O proceso de identificação levará dias. Entre os hospitalizados, há um adolescente em estado crítico. 

 

O motorista do caminhão e outras duas pessoas foram presas, disse o deputado americano Henry Cuellar, do Texas, à agência Associated Press.

 

Ele disse que o caminhão passou por um posto de controle da Patrulha de Fronteira a nordeste de Laredo, Texas e que não sabia que havia imigrantes dentro do carreta quando passou por ali. 

 

Promotores federais acusaram os cidadãos mexicanos Juan Francisco D'Luna-Bilbao e Juan Claudio D'Luna-Mendez de serem estrangeiros ilegais nos EUA com posse de armas de fogo, de acordo com documentos judiciais apresentados nesta terça num tribunal no Texas. Eles teriam ligação com o caso das mortes na carreta, mas não está claro se estão entre os presos citados pelo deputado Cuellar. 

 

Os corpos foram descobertos na tarde de segunda-feira nos arredores de San Antonio, quando um funcionário da cidade ouviu um grito de socorro do caminhão estacionado em uma estrada deserta e encontrou a cena horrível de dezenas de corpos amontoados, disse o chefe de polícia William McManus.

0 comentários:

Postar um comentário