2 de julho de 2020

NOVO CORONAVÍRUS É DESCOBERTO EM AMOSTRA DE ESGOTO DE NOVEMBRO DE 2019 NO BRASIL


Um estudo divulgado nesta quinta-feira (2) pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) afirma ter descoberto partículas do novo coronavírus (Sars-CoV-2) em duas amostras do esgoto de Florianópolis colhidas em 27 de novembro de 2019. A pesquisa ainda não publicada por revista científica que tenha como critério uma revisão por pares (cientistas da mesma área). 




O primeiro caso clínico da Covid-19 – infecção provocada pelo vírus – foi relatado no Brasil em janeiro deste ano. 




Intitulado "SARS-CoV-2 in human sewage in Santa Catarina, Brazil, November 2019", o novo estudo tem participação de pesquisadores da UFSC, da Universidade de Burgos, da Espanha, e da start-up BiomeHub, de Florinapólis. 




Segundo a UFSC, uma versão preliminar do artigo foi enviada na sexta-feira (26) à plataforma MedRxiv, que reúne pesquisas ainda não divulgadas em revistas científicas, ou seja: que ainda não foram revisadas por outros cientistas dos comitês das publicações. Nesse processo, cientistas normalmente anônimos e especialistas na área abordada pelo estudo fazem avaliação e sugerem modificações ou mesmo a rejeição da pesquisa. 




Conforme o estudo divulgado pela UFSC, até o momento essa é a amostra mais antiga do novo coronavírus nas Américas. Embora a primeira descrição do vírus seja de 31 de dezembro de 2019, pesquisas semelhantes constataram que já havia SAR-CoV-2 no esgoto de Wuhan, na China, em outubro, e na Itália, no início de dezembro.

0 comentários:

Postar um comentário