7 de novembro de 2019

GOVERNADOR DO AP A É CONDENADO A QUASE 7 ANOS DE PRISÃO

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) condenou nesta quarta-feira (6), por oito votos a dois, o governador do Amapá, Waldez Goés, (PDT) pelo crime de peculato (desvio de recursos). 



A pena imposta foi de 6 anos e 9 meses de prisão no regime semiaberto (no qual é possível deixar o presídio durante o dia) e multa de R$ 6,3 milhões. 



Góes ainda pode recorrer ao próprio STJ e ao Supremo Tribunal Federal (STF). 



Em nota, a defesa diz que "Waldez reitera sua inocência e a consciência tranquila haja vista que não houve prática de desvio de recursos públicos", justificando que, "não ocorreu desvio do erário para terceiros ou fins pessoais, mas sim o pagamento de despesas outras do Estado".

0 comentários:

Postar um comentário