5 de setembro de 2018

LOJISTA É PRESO EM FLAGRANTE POR OFERECER CARRO COM QUILOMETRAGEM ADULTERADA NO RN

O dono de uma loja de carros foi preso na manhã desta terça-feira (4) por expor à venda um carro com quilometragem adulterada, na Zona Sul de Natal. O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público e a Polícia Militar deram voz de prisão em flagrante, ao empresário durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na loja dele. Adulterado, o hodômetro de um Voyage ano 2013 indicava 91.457 quilômetros, quando a real quilometragem passava de 270 mil. 





O lojista foi levado para a Central de Flagrantes e autuado, mas foi liberado após pagar fiança. O cumprimento do mandado fazia parte da operação Vitruvius, deflagrada pelo MPRN no dia 26 de junho e que desarticulou um esquema de fraudes com adulteração de marcadores de quilometragem de veículos. 





As investigações apontam que em apenas 45 dias pelo menos 202 veículos tiveram seus hodômetros adulterados. No dia da deflagração da operação, seis mandados de prisão preventiva e outros 50 de busca e apreensão foram cumpridos nas cidades de Natal, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e ainda em João Pessoa, capital da Paraíba. 





A operação Vitruvius apura crimes contra as relações de consumo, associação criminosa e estelionato. Em junho, foram presos preventivamente os adulteradores do esquema. A 59ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor de Natal investiga a atuação do grupo desde 2017. 





Nas interceptações telefônicas, foram captadas conversas em que pessoas negociavam com os investigados novas adulterações de hodômetros de veículos usados com a finalidade de incrementar os valores cobrados pelos carros usados, colocando-os à venda em condições impróprias ao consumo. Pelo o que foi apurado, os criminosos obtiveram um rendimento considerável e geraram prejuízos incalculáveis para as vítimas. 


 

0 comentários:

Postar um comentário