11 de novembro de 2017

POLÍCIA SUSPENDE NEGOCIAÇÃO COM PRESOS EM REBELIÃO NA PENITENCIÁRIA DE CASCAVEL

A Polícia Militar (PM) informou que suspendeu as negociações com os presos na Penitenciária Estadual de Cascavel (PEC), na região oeste do Paraná, no final da tarde desta sexta-feira (10). Centenas de detentos estão rebelados no local, desde as 15h30 de quinta-feira (09).
 
 
 
 
 
 
 
 
Na manhã desta sexta-feira, o Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (Depen) relatou que dois presos foram mortos na rebelião. No início da noite, o diretor do Depen, Luiz Cartaxo, corrigiu a informação, e disse que uma morte foi confirmada e que há a suspeita de uma segunda morte, que só será apurada quando terminar o motim.
 
 
 
 
O Depen informou que 270 presos foram transferidos, ao longo do dia, para a penitenciária ao lado da PEC.
 
 
 
 
Dois agentes penitenciários são mantidos reféns. Segundo o coronel da PM, Washington Lee, os presos não cumpriram as exigências propostas até o momento.
 
 
 
 
"Nós vamos dar um tempo, porque foram muitos altos e baixos. Sempre, a Polícia Militar cumpriu o seu papel com o que foi prometido", afirmou.
 
 
 

A polícia informou ainda que foi suspenso o abastecimento de água, eletricidade e alimentação na PEC. De acordo com o coronel, as negociações devem ser retomadas às 6h de sábado (11).
 
 
 
 
O coronel informou que a liberação dos reféns é o principal objetivo. "Vamos ver até onde eles vão querer conversar", disse.
 
 
 

No início da manhã desta sexta-feira, a PM chegou a dizer que a negociação estava prestes a ser concluída, mas pouco tempo depois afirmou que os detentos não cumpriram o acordo e que, por isso, as negociações recomeçaram.
 
 
Fonte: G1/PR.  

0 comentários:

Postar um comentário