21 de novembro de 2017

GOVERNO DO RN NÃO PODE SACAR DINHEIRO DO FUNDO PREVIDENCIÁRIO

O Instituto Previdenciário do Rio Grande do Norte (Ipern) não pode sacar os recursos do Fundo Financeiro do Estado (Funfirn) para pagar salários de aposentados e pensionistas. A informação foi repassada oficialmente pela gerência geral do Banco do Brasil aos representantes do Estado e confirmada pelo procurador-geral adjunto do Estado, João Carlos Coque. O governo queria usar o dinheiro para liberar recursos e pagar os duodécimos dos poderes estaduais, que estão atrasados.
 
 
 
 
 
De acordo com o procurador, o banco informou que os recursos não podem ser sacados até o prazo final das aplicações financeiras em que foram depositados. Elas acabarão entre 2019 e 2021. Ao todo, o fundo conta atualmente com R$ 321 milhões.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Segundo o procurador-geral adjunto, diante da negativa do banco, não há muito o que ser feito do ponto de vista judicial, e o Estado terá que buscar uma solução financeira para a falta de recursos. O procurador ressaltou que o acordo da semana passada não previa o saque, mas sim um estudo para avaliar a possibilidade de sacar.

0 comentários:

Postar um comentário