7 de novembro de 2016

‘VANDALISMO, DROGAS, VIOLÊNCIA E ATÉ MORTE SÃO MARCAS DAS INVASÕES DE ESCOLAS’, ACUSA DEPUTADO POTIGUAR

O uso do movimento sindical brasileiro pelo PT para conquistar seus objetivos políticos foi o tema central de mais um artigo do deputado federal Rogério Marinho (PSDB), publicado neste final de semana. Na opinião do parlamentar, “o poder dos pelegos” cresceu bastante durante os governos Dilma e Lula. “Hoje, apesar de ter sido apeado do poder, a voz do partido ecoa em universidades, escolas invadidas, nas hordas do MST, nas invasões do MTST, nas greves de bancários e de professores, na pauta de muitas organizações do tipo não governamentais. Eles detêm a hegemonia”.
 
 
 
Para Rogério, “os recentes acontecimentos nas invasões de escolas espalhadas pelo país mostram as consequências nefastas deste tipo de política pelega aplicada pelo PT e seus satélites. É a completa desmoralização do já deficitário ensino nacional. Vandalismo, depredação, drogas, violência e até morte são os frutos podres de uma ação política criminosa. Há muito prejuízo do dinheiro público e vidas com tais ações maléficas. O espetáculo é deprimente”.
 
 
 
Ainda de acordo com o parlamentar, os invasores de escolas “lutam a favor de que? Lutam contra uma reforma que irá dar o direito ao estudante em escolher a área de conhecimento que deseja aprofundar-se? Lutam contra a profissionalização de milhões de jovens que anseiam entrar no mercado de trabalho? Nada faz sentido. Lutam para atrapalhar, desestabilizar e abalar os denominados inimigos”.

0 comentários:

Postar um comentário