28 de fevereiro de 2023

DEPUTADOS ACIONAM PF PARA INVESTIGAR DOAÇÕES A LULA DE JUIZ DA LAVA JATO

Um grupo de deputados federais acionou a Polícia Federal para investigar supostos crimes envolvendo o novo juiz da Lava Jato, Eduardo Fernando Appio nas eleições de 2022. Há  doações, feitas em nome e CPF do magistrado, para Luiz Inácio Lula da Silva, então candidato à Presidência da República, e Ana Júlia Pires Ribeiro, que disputou como candidata à deputada federal. Ambos os políticos venceram o pleito.

 

“É preciso esclarecer essas doações eleitorais para o PT em nome do novo juiz da Lava Jato, que garantiu publicamente sua imparcialidade, afirmando que não as fez. Se ele realmente não as tiver feito, os fatos podem ser muito graves e revelar um esquema de financiamento ilegal de campanha de candidatos petistas, por meio de laranjas, com recursos que podem vir até mesmo de crimes como corrupção, o que não surpreenderia”, salientou Deltan Dallagnol (Pode-PR).

 

Na notícia-crime enviada à PF, os parlamentares pedem que sejam apurados possíveis crimes eleitorais, de lavagem de dinheiro e de falsidade ideológica.

 

Pelas considerações dos deputados, caso as afirmações do juiz federal sejam verdadeiras (de não reconhecer a doação), isso indicaria a existência de possível prática criminosa, constituindo prova de doação eleitoral fraudulenta realizada em nome de terceiros, sem seu consentimento. O fato pode revelar um possível esquema de utilização de interpostas pessoas (“laranjas”) para financiamento coletivo de campanhas eleitorais em benefício de candidatos do Partido dos Trabalhadores.

 

A solicitação foi assinada por um grupo de deputados da oposição composto por Deltan Dallagnol (Podemos-PR), Alfredo Gaspar (União-AL), Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PL-SP), Luiz Lima (PL-RJ), Maurício Marcon (Podemos-RS), Pedro Aihara (Patriota-MG) e Joaquim Passarinho (PL-PA).

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BANDIDO PERIGOSO FORAGIDO DO RN É NO PERU

Um potiguar foragido da Justiça, condenado a mais de 32 anos de pena, foi preso no Peru, segundo informou a Polícia Federal.   De acordo ...