10 de agosto de 2022

MINISTROS DO STF SE DÃO AUMENTO E PASSAM A R$46 MIL, SEM CONTAR PENDURICALHOS

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) se reuniram administrativamente nesta quarta-feira (10) para aumentar os próprios salários ara mais de R$46. mil mensais. Isso agrava o custo do tribunal, que estava estimado em R$ 851,8 milhões para 2023. 

 

O aumento de 16% é maior do que qualquer outra categoria profissional e serão bancados pela maioria de pagadores de impostos que recebem salários bem mais baixos: 45% dos trabalhadores receberam até dois salários mínimos por mês. 

 

A pior consequência dessa decisão é seu efeito cascata, na medida em que os vencimentos de ministros do STF servem de limite para os salários pagos no serviço público federal. 
 
 

Por essa razão, além dos funcionários do Judiciário, também terão aumento aqueles que atuam nos demais poderes, sem contar os conhecidos penduricalhos que engordam os salários, mas não são incluídos no cálculo do “abate-teto”. 

 

Ainda não se faz ideia de quanto isso representará de gastos adicionais, mas só no STF (ministros e servidores) o aumento custará mais de R$100 milhões aos brasileiros. 

 

A decisão dos ministros do STF será transformada em mensagem ao Congresso, que deverá aprovar o aumento porque, afinal, isso também beneficia parlamentares e servidores.

 

0 comentários:

Postar um comentário