8 de novembro de 2018

ATIRADOR QUE MATOU 12 EM BAR NOS EUA É EX-MILITAR DE 28 ANOS

O homem suspeito de matar 12 pessoas em um bar de um subúrbio da cidade norte-americana de Los Angeles era um fuzileiro naval condecorado especializado em metralhadoras que atuou no Afeganistão e que já havia tido vários atritos com agentes da lei, disseram a polícia e autoridades da Marinha nesta quinta-feira (8). 




Ian David Long, que também morreu no ataque a tiros na noite de quarta-feira, tinha 28 anos e morava em Newbury Park, um subúrbio californiano próspero de bangalôs e gramados bem cuidados localizado a cerca de 6,4 quilômetros do Borderline Bar & Grill, cenário do massacre. 




Long entrou para a Marinha em 2008 e alcançou a categoria de cabo antes de deixar o serviço em 2013, escreveu Joseph Butterfield, porta-voz da corporação, em um email. 




le serviu na guerra do Afeganistão durante sete meses a partir do final de 2010, disse o Corpo dos Fuzileiros Navais, e recebeu diversas fitas, comendas e medalhas. 





Não estava claro de imediato o que Long fez depois de deixar a função.





Ian David Long  invadiu um bar na cidade de Thousand Oaks, no sul da Califórnia (EUA), na noite desta quarta-feira (7), deixando mortos e feridos. De acordo com a polícia, 13 pessoas morreram no incidente, entre elas o suspeito e um policial acionado para atender a ocorrência. 





A polícia estima que entre 10 e 15 pessoas ficaram feridas e busca determinar a motivação do crime, que não está clara.

0 comentários:

Postar um comentário