21 de maio de 2018

MADURO VENCE ELEIÇÃO NA VENEZUELA MARCADA POR DENÚNCIAS DE FRAUDE, BOICOTE DA OPOSIÇÃO E ALTA ABSTENÇÃO

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, foi reeleito para mais 6 anos de mandato após as eleições deste domingo (20), que tiveram horário ampliado, denúncias de fraude, tentativa de boicote da oposição, abstenção de 54% e falta de reconhecimento por grande parte da comunidade internacional. 









Segundo o Conselho Nacional Eleitoral, Nicolás Maduro venceu com 67,7% dos votos válidos. O chavista obteve 5.823.728 votos, com 96,6% das urnas apuradas até as 23h30. A presidente do Conselho Nacional Eleitoral, Tibisay Lucena, anunciou que a votação teve a participação de 46% do eleitorado e um total de 8,6 milhões de votos. 





Em seu discurso da vitória, em frente ao Palácio Miraflores, em Caracas, Maduro disse que obteve um "recorde histórico": "Nunca antes um candidato presidencial venceu com 68% dos votos populares e nunca antes havia conseguido 47% do segundo candidato", afirmou.



Em segundo lugar, ficou o candidato opositor Henri Falcón, com 1,8 milhão de votos (21%). Pouco antes do anúncio dos resultados da eleição, Falcón declarou que não reconheceria o processo eleitoral deste domingo e exigiu a convocação de novas eleições



Do Blog: Pensei que era só brasileiro quem gostava de sofrer.

0 comentários:

Postar um comentário