21 de janeiro de 2018

CORPO É LEVADO A CADEIA DE GO PARA PRESO SE DESPEDIR DE IRMÃO MORTO EM TROCA DE TIROS COM A POLÍCIA

Detentos do Presídio de Anápolis, a 55 km de Goiânia, iniciaram um tumulto neste sábado, (20) após um deles ter a saída negada para acompanhar o velório do irmão, morto em um confronto com a PM. Diante da situação, a direção da unidade resolveu liberar a entrada do corpo no presídio para que o preso se despedisse do parente.

 
 
 
 

 

 
 
 
Em nota, a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) informou que "considerou como de alto risco a operação para levar o preso ao velório, tendo em vista que o irmão era membro de quadrilha de assalto a banco".
 
 
 
 
 
Por conta disso, os presos provocaram um "tumulto" no presídio, que foi controlado pelos servidores de plantão com apoio do Batalhão de Choque da PM. Ocorreram pequenos danos à estrutura do prédio, mas não houve mortos ou feridos.
 
 
 
 
Ainda conforma a DGAP, o irmão do preso é um dos cinco mortos em confronto com a PM após roubar um ex-vereador de Caldas Novas, no sul de Goiás, na última quarta-feira (17).
 
 
 
 
 
 
Questionada sobre o a ida do corpo até o presídio, a assessoria de imprensa da DGAP informou que, normalmente, o preso é escoltado para ir ao velório de parentes de primeiro grau.
 
 
 
Porém, quando a direção da unidade considera que há algum risco na operação, não concede a autorização e, se achar conveniente, permite que o corpo do parente seja levado até a unidade prisional.
 
 
Fonte: G1/GO.

0 comentários:

Postar um comentário