11 de fevereiro de 2020

JOVEM QUE MORREU EM ATENTADO DE TAMBÉM MATOU CRIANÇA DE 4 ANOS ERA SERIDOENSE E USAVA TORNOZELEIRA ELETRÔNICA


A menina Hyslla Beatriz da Silva Araújo, de 4 anos de idade, e o seridoense de Currais Novos, Deymerson Vinícius da Silva, de 16, morreram no Hospital Walfredo Gurgel, após serem baleados em um atentado na noite de sábado (8) em Rio do Fogo.




De acordo com a Polícia Militar, homens armados invadiram a casa da família na praia de Punaú por volta das 20h20 de sábado e atiraram contra todos que estavam no local. Leonardo da Silva Lima, de 22 anos, que usava tornozeleira eletrônica, morreu no local. Ele foi condenado por tráfico de drogas e cumpria pena no regime semiaberto. Leonardo estava com tornozeleira eletrônica devido responder a crimes de roubo em Currais Novos.




Hyslla levou um tiro na cabeça e foi socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na tarde de domingo. O tio dela, o adolescente Deymerson Vinícius também foi levado ao hospital ainda na noite de sábado, mas morreu na tarde de domingo.




A mãe de Hyslla, que também foi baleada no atentado, segue internada no Hospital Walfredo Gurgel em estado grave. A Polícia Civil investiga a motivação do crime. Ninguém foi preso.



0 comentários:

Postar um comentário