21 de outubro de 2019

AUTORIDADES CHILENAS CONFIRMAM 7 MORTES EM UM DIA DE PROTESTOS


Autoridades chilenas decretaram neste domingo (20) toque de recolher no Chile pelo segundo dia consecutivo. A medida passou a valer a partir das 19h e foi tomada por conta das violentas manifestações e saques que continuaram a acontecer na capital Santiago. 








Ao menos sete pessoas morreram durante os protestos, segundo o ministro do Interior chileno, Andrés Chadwick. Duas mortes aconteceram durante a madrugada, após incêndio em um supermercado; outro incêndio, em uma fábrica na periferia da capital, deixou cinco mortos. 




O presidente Sebastián Piñera disse em um pronunciamento que segunda-feira será um dia difícil. "Estamos em guerra contra um inimigo poderoso, que está disposto a usar a violência sem limites".




O general Javier Iturriaga, responsável pelo estado de emergência decretado no país, pediu aos chilenos que fiquem em casa.

0 comentários:

Postar um comentário