16 de março de 2019

JUSTIÇA AUTORIZA PSIQUIATRA ESCOLHIDO POR BOLSONARO A ENTREVISTAR ADÉLIO BISPO


O juiz da 3ª Vara Federal de Juiz de Fora (MG), Bruno Souza Savino, autorizou que um médico psiquiatra, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro, entreviste Adélio Bispo de Oliveira, que confessou ataque de setembro do ano passado.




Adélio está preso provisoriamente desde o dia do crime. O presidente já passou por três cirurgias desde a facada no abdômen. Bolsonaro foi atacado durante ato de campanha à Presidência, em setembro, na cidade de Juiz de Fora.





O juiz Bruno Souza também determinou que peritos responsáveis pelos laudos psiquiátricos e psicológicos de Adélio Bispo esclareçam divergências apontadas pelo Ministério Público Federal (MPF). 




Na última terça-feira (12), representantes da defesa de Adélio protocolaram na Justiça Federal um laudo complementar sobre a insanidade mental do autor confesso da facada. Ele está preso provisoriamente desde o dia do crime. 




Até o momento, foram realizados outros três laudos no procedimento que avalia a insanidade mental em Adélio Bispo de Oliveira.


0 comentários:

Postar um comentário