16 de janeiro de 2019

JOÃO DE DEUS VIRA RÉU POR MAIS 5 CASOS DE ABUSO SEXUAL


A juíza Rosângela Rodrigues Santos, da comarca de Abadiânia, em Goiás, aceitou nova denúncia por crimes sexuais contra o médium João de Deus nesta quarta-feira (16). Dessa forma, o médium, que está preso há um mês, se tornou réu pela segunda vez. Ele sempre negou os crimes. 






Na nova denúncia feita pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO), constam depoimentos de 13 mulheres, dos quais cinco não prescreveram e devem ser julgados. Os crimes teriam ocorrido durante atendimentos espirituais realizados em Abadiânia. 






No mesmo documento, o MP faz um novo pedido de prisão para o médium, por estupro de vulnerável e abuso sexual mediante fraude. O Tribunal de Justiça não informou se a juíza já analisou a solicitação. 







De acordo com a denúncia, quatro vítimas são de Goiás e uma de São Paulo. Em relação aos casos prescritos, as oito mulheres são do Distrito Federal, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Maranhão e Rio Grande do Sul. Segundo o MP, eles foram incluídos por ajudarem a embasar a denúncia. Os crimes teriam ocorrido entre 1990 e 2018.

0 comentários:

Postar um comentário