18 de abril de 2018

MULHER MORTA APÓS SER SUGADA POR JANELA DE AVIÃO NOS EUA ERA EXECUTIVA DE 43 ANOS, E DEIXA 02 FILHOS

A relações públicas Jennifer Riordan, do Novo México, foi identificada nesta quarta-feira (18) como a vítima do incidente que provocou o pouso de emergência do avião da companhia Southwest Airlines no Aeroporto Internacional da Filadélfia, nos Estados Unidos, na terça-feira (17). Ela tinha 43 anos, era casada e deixou dois filhos, segundo a CNN.


Veículos americanos, como CNN e o jornal "The New York Post", relatam que Jennifer foi parcialmente sugada para fora da aeronave após uma janela, perto de onde ela estava sentada, ter quebrado. A explosão de um motor do avião provocou danos na fuselagem e destroços atingiram a janela.




Colegas relataram à CNN que ela dedicou a vida à filantropia. Como vice-presidente de relações com a comunidade na empresa Wells Fargo (que presta serviços financeiros), em Albuquerque (Novo México), Riordan gerenciava o trabalho voluntário de mais de 1.000 funcionários desde 2008. A empresa afirmou em um comunicado que a funcionária era "amada e respeitada".

0 comentários:

Postar um comentário