2 de fevereiro de 2018

EXCLUSIVA! JARDINENSE ATINGIDO POR 4 TIROS EM TENTATIVA DE HOMICÍDIO RECEBE ALTA MÉDICA; ESPOSA CONTINUA INTERNADA

O 'Blog Barra Pesada' recebeu a boa notícia de que o  jardinense, Railson Pereira de Andrade, 27 anos, “Dedé de Damiana”,  que sofreu duas tentativas de homicídio no mesmo dia em Jardim do Seridó, recebeu alta médica, e agora vai se recuperar em casa dos ferimentos causados pelos 4 tiros que lhe atingiram.
 
 
 
 
 
 
Em contato com nossa redação, "Dedé de Damiana" informou que, sua esposa, a adolescente Flávia Alessandra Carla de Lima, de 17 anos, que foi atingida com um tiro no pescoço, que pode deixa-la paraplégica, ainda continua internada, sem previsão de alta.
 
 
 
 
O jovem casal sofreu os tiros em uma dupla tentativa de homicídio, na quinta-feira, (25), na residência do casal no Bairro Bela Vista, em Jardim do Seridó.
 
 
 
 
Para a vítima, não há dúvidas que o autor dos disparos foi o "empresário" Deivis Rodrigues, para o qual o mesmo prestou serviços e não recebeu, e ao cobrar seu dinheiro, irritou o mesmo.
 
 
 
 
Segundo consta em um B.O., antes da dupla tentativa de homicídio, na tarde da quinta-feira, (25), "Dedé de Damiana" já havia sofrido uma tentativa de homicídio, quando o acusado atirou contra o mesmo, mas não o atingiu, quando o mesmo foi até a casa do acusado lhe cobrar, pois sua mãe já havia ido cobrar os R$ 300,00 (trezentos reais), e o acusado à agrediu a tapas.
 
 
 
Apesar do registro da ocorrência, a noite o casal foi covardemente atacado, mas felizmente, apesar da gravidade dos ferimentos, os dois conseguiram sobreviver.
 
 
 
 
Por fim, mais uma vez, resta uma grande sensação de insegurança e impunidade em Jardim do Seridó, onde mais parece um "Velho Oeste", onde prevalece a lei do mais rápido no gatilho, pois nada foi feito, e é mais um crime grave que fica sem resposta.
 
 
 
 
Do Blog: Se não houve um pedido de prisão temporária, ou preventiva do acusado. Se não houve o pedido de exames residuográfico nas mãos do acusado. Se não apreenderam a arma do crime. Se nada foi feito, nem antes do B.O nem depois do crime, tudo indica que será mais um caso sem resposta.  Para os especialistas criminais, não existem crimes perfeitos. Existem crimes maus investigados.
 
 
 
 
 

0 comentários:

Postar um comentário