27 de maio de 2017

GOVERNADOR APRESENTA DADOS ECONÔMICOS POSITIVOS DO RN DURANTE EVENTO NA FIERN

Durante reunião em comemoração ao Dia da Indústria, promovida nesta sexta-feira (26), pela Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN), o governador Robinson Faria apresentou dados econômicos positivos do Rio Grande do Norte. O encontro teve a presença do presidente da Federação, Amaro Sales, e de outros 30 membros de diretoria que representam seguimentos diversos da indústria, além de secretários de Estado.
 
 
 
 
 
 
 
Robinson, na oportunidade, fez uma reflexão sobre os primeiros desafios do mandato, quando encontrou o RN em grave crise econômica. O gestor lembrou que, ao assumir, dos nove estados da região Nordeste, o RN era o que estava em pior situação financeira, beirando a falência.
 
 
 
 
O governador seguiu o discurso falando que mesmo em meio ao cenário desfavorável, a junção de esforços e avanços do estado no campo econômico culminou em mais segurança jurídica, o que refletiu em conquistas claras. Ele citou, primeiramente, o Programa RN Gás +, de incentivo ao uso do gás natural para as indústrias e estabelecimentos comerciais.
 
 
 
 
 
Com articulação de nossos secretários, criamos o nosso próprio programa de gás que hoje é bancado pelo estado, bancado pelo governo do Rio Grande do Norte, não depende mais de ter que se render à diretoria da Petrobras; e por conta do Programa consolidamos o distrito industrial de Goianinha, tirando ele do papel e facilitando o funcionamento da Cerâmica Elizabeth”, recordou o chefe do Executivo Estadual. Com a inauguração da cerâmica, está prevista a abertura de 2 mil vagas de emprego e outras quatro empresas já estão interessadas em se instalar no distrito industrial de Goianinha. “Temos, hoje, um estado que tem as melhores condições para atrair indústrias de qualquer lugar do país e do mundo”, acrescentou.
 
 
 
 
 
Ele falou, ainda, sobre a criação do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial (Proadi), que conta com 100 empresas ativas beneficiadas, gerando aproximadamente 25 mil empregos diretos, graças à segurança oferecida pelo Programa. Outro dado apresentado foi relacionado ao turismo. De acordo com pesquisas recentes, o Brasil teve um crescimento do turismo internacional de 4%, o Nordeste caiu 6.7% e o RN cresceu 12%. “Nunca foi investido tanto no Turismo do RN, com anúncios no exterior, parcerias para atrair vôos internacionais e aconteceu que o setor disparou. Nos tornamos o segundo destino mais procurando do Nordeste, ficando atrás apenas da Bahia”, ressaltou.
 
 
 
 
O governador lembrou, também, a isenção do querosene de aviação (QAV) do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços), que gerou, entre outros reflexos, aumento da média de ocupação hoteleira. No setor de serviços, pontuou Robinson um dado do IBGE. “O Brasil, comparando março desse ano com o mesmo período de 2015, teve uma retração de 5% no setor de comércio e serviço, e o RN cresceu 6.5%, sendo o estado com maior crescimento”, falou. O Escritório do Empreendedor, inaugurado em outubro do ano passado, já registra abertura de 500 empresas; bem como os avanços na liberação das licenças ambientais, o que resultou em 10 mil licenças expedidas nos últimos dois anos. O Pro Transporte e as melhorias na malha viária do estado foram outros aspectos abordados, além da parceria com o Banco Mundial e com grupos estrangeiros.

0 comentários:

Postar um comentário