25 de maio de 2017

ENTREPOSTO DE MEL E CERA DE ABELHA VAI GERAR EMPREGO PARA MAIS DE 98 FAMÍLIAS

¨Um sonho de 15 anos está sendo realizado. Vamos ter nosso entreposto de mel com certificação do SIF e se Deus quiser vamos voltar a exportar”, disse Fátima Torres, diretora da COOAFARN.
 
 
 
 
 
 
A declaração foi durante a visita à obra do entreposto de Mel e Cera de Abelha que está sendo construído em Apodi. O responsável pela construção do entreposto de Mel é a Fundação Banco do Brasil. O Governo do RN, através do Governo Cidadão, com recursos do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial, é o responsável pela compra dos equipamentos. O SEBRAE RN também faz parte da parceria e fará a capacitação dos apicultores.
 
 
 
O secretário de Agricultura, Guilherme Saldanha acompanhou a visita e representou o Governo do RN. “O Governo Robinson está investindo R$ 2,2 milhões com o projeto piloto de apicultura os frutos já começam a aparecer. São 98 famílias envolvidas nesse projeto. A parceria com os agricultores mostra que estamos no caminho certo”. 
 
 
 
 
Durante a visita o Presidente da Fundação BB, Pepe Soares afirmou que está investindo mais de R$ 3 milhões na região, acrescentando a importância das parcerias. “Estamos saindo de uma época de seca e mesmo assim continuamos a investir. O Governo do RN é um agente importante nesse trabalho. Temos certeza do êxito desse projeto”, declarou. Unir forças para juntos construir coisas desse tipo.
 
 
 
 
Zeca Melo, presidente do SEBRAE afirmou que logo o RN vai ter mel exportado. “Essa parceria do Governo do RN, Fundação BB e Sebrae RN vai ser longa e sabemos que estamos no caminho certo. O RN vai voltar a exportar o mel”.
 
 
 
 
As obras do Entreposto de Mel estão em ritmo avançado e deve ficar pronto ainda nesse semestre. O espaço será equipado com máquinas de processamento do pólen, cera de abelhas e outros derivados do beneficiamento de mel. O objetivo é fortalecer toda a produção e a comercialização excedente dos produtos.
 
 
 
 
O novo entreposto de mel está sendo construído dentro dos padrões exigidos pelos órgãos de vigilância sanitária, isso vai permitir que o mel tenha a certificação SIF.
 
 
 
 
 
Também acompanharam a visita o prefeito de Apodi, Alan Silveira, a prefeita de Luís Gomes, Mariana Mafaldo, vereadores da região e representantes de cooperativas da região.
 
 
 
 
 
Em levantamento realizado pela SAPE com os beneficiados, contabilizou-se 341 colmeias à disposição para produção, contudo apenas 57 dessas estão enxameadas, o que gerou uma produção em torno de 565 quilos de mel no último ano. Em 2014, foi a melhor safra de mel e a comunidade produziu 8 toneladas.
 
 
 
 
De acordo com dados de 2016, o Estado possui nove mil apicultores, 100 mil colmeias e 11 casas de mel registradas junto aos órgãos fiscalizadores.

0 comentários:

Postar um comentário