28 de janeiro de 2017

JUSTIÇA BLOQUEIA R$ 67 MILHÕES EM CONTAS DE SUSPEITOS NO ESQUEMA DE CABRAL E EIKE

7ª Vara Federal Criminal do Rio bloqueou, nesta sexta (27), R$ 67 milhões em contas de suspeitos e de empresas usadas no esquema envolvendo o ex-governador do Rio Sérgio Cabral e o empresário Eike Batista. O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal a partir da análise da documentação apreendida pela Polícia Federal. As informações são do Jornal Nacional.
 
 
 
 
De Eike Batista foram bloqueados R$ 158 mil. Chamou a atenção dos investigadores, os valores bloqueados do empresário Flávio Godinho, apontado pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal como braço direito de Eike. Do ex-vice-presidente do Flamengo, a Justiça bloqueou R$ 57 milhões.
 
 
 
 
Na quinta-feira (26), a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, no Rio deflagraram a operação Eficiência. O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal determinou a prisão de nove pessoas. Três já estavam presas: o ex-governador Sérgio Cabral, o ex-secretário Wilson Carlos Carvalho e Carlos Miranda, apontado como operador do esquema do ex-governador.
 
 
 
 
Entre os outros seis mandados, quatro foram cumpridos. Entre eles, para Flávio Godinho, que foi levado para o presídio de Bangu 8, no Complexo Penitenciário de Gericinó, junto com Sérgio de Castro Oliveira, Thiago Aragão Pereira e Silva e Álvaro Novis. Eike Batista e Francisco de Assis Neto são considerados foragidos. Os advogados de Eike e de Kiko, como Francisco é chamado, negociam com procuradores e policiais como será a apresentação de seus clientes.

0 comentários:

Postar um comentário