24 de novembro de 2016

BEBÊ QUE MORREU FICOU 5 HORAS ESQUECIDO DENTRO DE CARRO, DIZ DELEGADO

O bebê de cinco meses que morreu nesta quarta-feira (23) após ser esquecido dentro do carro da família pelo pai quando foi trabalhar, em Araçatuba (SP), ficou cerca de cinco horas dentro do veículo, segundo a polícia. O bebê foi encontrado no banco de trás do carro, deitado na cadeirinha.
 
 
 
 
O pai foi levado até a Polícia Civil para ser ouvido e foi liberado. Ele não quis falar com a imprensa. De acordo com o delegado Marcelo Cury, o caso foi registrado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar.
 
 
 
 
O pai, de 25 anos, contou ao delegado que, como faz todos os dias, saiu de casa com os dois filhos, um de 5 anos e o bebê, de cinco meses. A polícia disse que o pai deixou o mais velho na creche e se esqueceu de levar o mais novo na casa da sogra. Ele foi direto para o trabalho, estacionou o carro em uma rua, onde quase não existe sombra, e foi trabalhar.
 
 
 
 
Cerca de cinco horas depois ele voltou e encontrou o filho desacordado. O próprio pai levou o bebê para o pronto-socorro do bairro Santana, informou a polícia. O bebê chegou ao hospital com vida, mas não resistiu.
 
 
 
Segundo o delegado, o caso é bem delicado. “Tem uma norma que diz que o próprio fato já pune o autor, então o juiz deixa de aplicar a pena. A maior pena dele já é a perda do filho. Uma ocorrência que eu não queria atender nunca na minha vida. Tenho 27 anos de carreira, tenho filhos, me coloco no lugar desse pai e dá vontade de chorar”, afirma o delegado Marcelo Cury.

0 comentários:

Postar um comentário