26 de outubro de 2016

CORPO DE CARLOS ALBERTO TORRES É VELADO NA SEDE DA CBF

Parentes e amigos começaram a se despedir do ex-jogador e capitão da Seleção na Copa de 1970, Carlos Alberto Torres. Após quase duas horas de atraso, o carro da funerária que transportou o corpo chegou à sede da CBF por volta de 22h30. A primeira hora no auditório da entidade foi destinada para amigos e familiares próximos. Em seguida, imprensa e fãs, que chegaram aos poucos, também tiveram a entrada liberada. O início do velório estava marcado para as 20h, mas o veículo que levaria o caixão até o hospital quebrou e precisou ser substituído. Assim, o corpo de Torres só deixou o hospital no Recreio dos Bandeirantes às 21h25. Os ex-jogadores Petkovic, Gonçalves, Leandro Ávila e Bebeto marcaram presença, assim como Edu (irmão de Zico), Ricardo Rocha, Edinho, Mauro Galvão e Roberto Dinamite, entre outros.
 
 
 
 
velório de carlos alberto torres na cbf (Foto: Lucas Loos / GloboEsporte.com)


A demora na chegada do carro condutor deixou a família impaciente. A indicação foi do próprio hospital. Carlos Alberto Torres faleceu nesta terça-feira vítima de um enfarte. Ele estava em casa fazendo palavras cruzadas quando se sentiu mal. O ex-jogador foi levado para o hospital pela esposa. Os médicos tentaram reanimá-lo por 30 minutos, mas ele não resistiu.
 

Alexandre Torres, o filho de Carlos Alberto, falou com a imprensa e humanizou a imagem do Capita, conhecido pela maioria das pessoas apenas pelo que fez em campo. O ex-defensor de Fluminense e Vasco fez questão de ressaltar o outro lado do pai.
 
 
 
Fonte e foto: Globo Esporte.

0 comentários:

Postar um comentário