17 de dezembro de 2014

MULHER QUE ESQUECEU MENINO EM CARRO ESTAVA NA MANICURE, DIZ A POLÍCIA

Esquecido em carro, Gabriel foi encontrado desacordado e já teria chegado morto ao hospital do Rio (Foto: Reprodução/Gnews)

A condutora do carro que fazia transporte escolar irregular deixou o menino Gabriel Martins de Oliveira Alves, de 2 anos, trancado sozinho no carro para fazer as unhas em um salão de beleza. A informação foi divulgada nesta terça-feira (16) pelo delegado Felipe Curi, titular da 27ª DP (Vicente de Carvalho), que investiga a morte do garoto. Em depoimento à polícia, Cláudia Vidal da Silva, de 33 anos, havia dito que sofreu um "mal súbito" e ao recobrar a consciência percebeu que o menino estava desacordado, mas os investigadores descobriram que ela mentiu.

Segundo a Polícia Civil, os policiais refizeram o trajeto percorrido pela motorista e coletaram imagens de câmeras de segurança que confirmaram a mentira da mulher e localizaram a manicure e a responsável pelo salão. Ambas confirmaram, em depoimento, que Cláudia já estava com horário marcado para aquele dia. O delegado aguarda agora os resultados dos laudos da perícia para concluir o inquérito.

Polícia investiga se Cláudia Silva teria esquecido o menino Gabriel dentro de carro no Rio (Foto: Reprodução/Gnews)


O corpo do menino morto na sexta-feira (12 ) após ficar quase 2 horas dentro de um carro que fazia transporte escolar irregularmente foi enterrado no domingo (14) no Cemitério de Irajá, no Subúrbio do Rio.

Revoltada com a morte do filho, a mãe da criança disse, no sábado (13), que essa não foi a primeira vez que a condutora do veículo "esqueceu" a criança. Carla Martins de Oliveira, contou ainda que a pediatra que atendeu Gabriel afirmou que a criança tinha sinais de insolação extrema.

Carla Oliveira, mãe do menino Gabriel, disse que essa não foi a primeira vez que ele foi esquecido (Foto: Reprodução/Gnews)"Ela já esqueceu meu filho antes. Uma vez, ela teve a cara de pau de falar: 'seu filho é um amor, muito bonzinho, então, eu prefiro entregar todas as crianças primeiro e deixo seu filho por último'. Só que dessa vez ela não entregou. Foi um descaso. E um descaso da creche que não ligou para avisar que meu filho não chegou", disse Carla Martins de Oliveira.

De acordo com policiais, ela buscou o menino para levá-lo à creche, mas o teria esquecido dentro do veículo por volta das 10h de sexta. A motorista só teria lembrado da criança cerca de duas horas depois. Ela foi autuada por exercício ilegal da profissão e pode responder por homicídio culposo – quando não há intenção de matar - e segue em liberdade.

"Meu filho tinha só 2 anos. Meu filho não sabia nem falar. Como meu filho ficou sozinho trancado dentro de um carro no calor? Ele não tinha nem como pedir ajuda", disse a mãe.

Criança foi encontrada morta dentro de Gol preto na sexta-feira em Vicente de Carvalho, Rio (Foto: Reprodução/Gnews)

"Ela contou que estava a caminho da creche dele [Gabriel] para levá-lo como faz diariamente, quando teve um mal súbito, encostou o carro e desmaiou. Após acordar e retomar a consciência, infelizmente, o Gabriel já estava em complicações, certamente, já sofrendo de convulsão", disse o delegado da 27ª DP, Gustavo Castro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LULA VOLTA A ATACAR CAMPOS NETO, ELEITO MELHOR PRESIDENTE DE BC DO MUNDO

Incomodado com a tendência de estagnação da taxa de juros e com a presença do chefe do Banco Central em jantar promovido pelo governador d...