12 de setembro de 2012

POLÍCIA FEDERAL PRENDE SERVIDORA ACUSADA DE COMPRA DE VOTOS EM CIDADE DO RN

A Polícia Federal prendeu no início da noite desta terça-feira (11-09) uma servidora pública do município de Extremoz por compra de voto. A servidora foi flagrada no momento em que condicionava a prestação de determinado serviço ao voto no atual prefeito do município Klaus Rêgo (PMDB).


A funcionária do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) foi conduzida pela Polícia Militar à sede da Polícia Federal em Natal, onde o delegado plantonista lavrou o flagrante.

Dar, oferecer, prometer, solicitar ou receber vantagem para obter ou dar voto, ainda que a oferta não seja aceita é crime previsto no Artigo 299 do Código Eleitoral (Lei 4.737/1965). Após a conclusão, o flagrante será encaminhado ao Juízo Eleitoral da 6ª Zona, com sede em Ceará Mirim.

A compra e venda de votos é crime que pode ser punido com reclusão de até quatro anos e pagamento de cinco a 15 dias-multa.

Fonte: DN Online.

Do Blog Barra Pesada: Em Jardim do Seridó está muito pior! Aqui são vários servidores o dia todo nas ruas, em pleno horário de expediente comprando votos, oferecendo vantagens e empregos, descendo e subindo bandeiras, e ninguém faz nada. Tem um secretário que não para mais no seu gabinete, vive pra cima e pra baixo em uma moto comprando votos e articulando “viradas” a troco de promessas de empregos, entre outras vantagens. Até quando eles vão subestimar nossas autoridades? Jardim do Seridó também merece respeito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

STF TEM MAIORIA PARA TORNAR JANONES RÉU POR POSTAGENS CONTRA BOLSONARO

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou nesta sexta-feira (14) para tornar réu o deputado federal André Janones (A...