9 de junho de 2024

CHEFE DA MAIOR MILÍCIA DO RIO MORRE EM CONFRONTO COM A POLÍCIA

O chefe da maior milícia do Rio de Janeiro, Rui Paulo Gonçalves Estevão, morreu após ser baleado em operação da Polícia Civil fluminense, na Favela do Rodo, na Zona Oeste do Rio,nesta sexta (7). O miliciano conhecido como “Pipito” era o mais procurado do estado, por ser apontado como sucessor de Luiz Antônio da Silva Braga, o “Zinho”.

 

Policiais civis relataram que, ao ser abordado pela operação, Pipito atacou os agentes e houve confronto. “O criminoso foi atingido e chegou a ser socorrido para um hospital da região, mas não resistiu”, disse a Polícia Civil. 

 

Também ficaram feridos e precisaram ser socorridos outros dois milicianos apontados como seguranças de Pipito, que estavam fortemente armados e participaram do confronto. Um deles tinha mandado de prisão em aberto e ambos foram detidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PF E RECEITA FEDERAL APREENDEM 50 MIL MAÇOS DE CIGARROS CONTRABANDEADOS NO RN

A Receita Federal, a Polícia Federal e a Secretaria da Fazenda (Sefaz) apreenderam 50 mil maços de cigarros em uma operação na manhã desta q...