17 de julho de 2023

CASAL SUSPEITO NEGA INSULTOS A MINISTRO DO STF E COBRA DIVULGAÇÃO DE VÍDEO

As três pessoas suspeitas de xingarem o ministro do STF Alexandre de Moraes prestaram depoimento à Polícia Federal neste domingo (16) e negaram o ocorrido, mas cobraram a divulgação de “eventuais imagens” para o esclarecimento do episódio ocorrido sexta-feira (14) à noite no aeroporto de Roma. 

 

Em nota divulgada após o depoimento os suspeitos contam uma história diferente e relata que o marido, de 70 anos de idade, se viu obrigado a interferir para conter os ânimos após agressões verbais de um “jovem” a sua mulher, Andrea, que teria chamado o ministro de “bandido, comunista, comprado”. O “jovem” seria referência ao filho do ministro, supostamente agredido. 

 

A nota relata um “desentendimento verbal” entre Andréa e duas pessoas que acompanhavam o ministro, que dirigiram a ela “graves ofensas”. 

 

De acordo com a nota, as palavras de hostilidade “foram, provavelmente, proferidas por outra pessoa, não por ela”, mas, ainda assim pediram desculpas pelo ocorrido e o classificaram de “equívoco interpretativo”.

 

O texto também informa que os suspeitos se colocaram à disposição para retornar à PF para prestar esclarecimentos que forem necessários, após a divulgação das imagens “eventualmente captadas no aeroporto.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUATRO JOVENS SÃO ENCONTRADAS MORTAS EM MENOS DE UMA SEMANA NO CE

Em menos de uma semana, Eveline Souza Mendes, de 18 anos,  Marina Nascimento Souza, prima de Eveline, de 15 anos,   Ana Vitória, sem idade...