15 de agosto de 2022

MORRE HOMEM QUE REVELOU MAIOR ESCÂNDALO DE CORRUPÇÃO DA HISTÓRIA, NO GOVERNO LULA

Morreu no Rio de Janeiro  aos 68 anoso engenheiro e ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, que, descoberto pela Operação Lava Jato, acabou por revelar e confirmar o maior escândalo de corrupção da História. Ele faleceu na tarde deste sábado (13), na cidade de Itaipava, na serra fluminense. 

 

Paulo Roberto Costa foi diretor de Abastecimento da Petrobras nos governos Lula e Dilma e acabou confessando e revelando o escândalo do “petrolão”, que roubo da Petrobras valores estimados em mais de R$30 bilhões. 

 

Ele foi preso em março de 2014, três dias após o início da operação Lava Jato, que, ao cumprir mandado de busca e apreensão no escritório do doleiro Alberto Youssef, a Polícia Federal encontrou provas de que ele havia recebido propina do investigado, incluindo um veículos de luxo Range Rover. 

 

No curso das investigações, confissões e condenações, Costa devolveu R$ 79 milhões à Petrobras, dinheiro oriundo do esquema de corrupção nos governos do PT. 

 

A sentença inicial condenou o ex-diretor a 70 anos de prisão. Entretanto, devido aos acordos firmados com o MPF, a pena foi reduzida para  12 anos de prisão, pelos crimes de  lavagem de dinheiro e corrupção. 

 

Ele ficou preso por cinco meses no Paraná e mais um ano em prisão domiciliar. Passou para o regime semiaberto, em 2015, e foi morar com a família em Petrópolis. 

 

O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras lutava contra um câncer de pâncreas diagnosticado há cerca de um ano.

0 comentários:

Postar um comentário