22 de julho de 2022

ADVOGADO DE PM PRESO POR TRIPLO HOMICÍDIO QUER CLIENTE SOLTO

A defesa do policial militar reformado Wendel Fagner Cortez de Almeida, conhecido como Lagartixa, prepara um pedido de habeas corpus. O advogado João Antônio Dias Cavalcanti informou que recebeu os autos do processo na tarde desta quinta-feira (21) e que vai preparar a argumentação no sentido de que o acusado possa responder ao processo em liberdade. A expectativa é que a ação seja impetrada até, no máximo, esta sexta-feira (22). 

 

Wendel foi preso junto ao sargento da PM Francisco Rogério da Cruz, comandante da viatura da Força Tática do 4º Batalhão, em decorrência da Operação Aqueronte, realizada pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa da Polícia Civil (DHPP). Um terceiro suspeito, João Maria da Costa Peixoto, conhecido como João Grandão, está foragido.

 

 

Os três são acusados por triplo homicídio, além de três tentativas de homicídio. A ação foi classificada como uma atividade típica de grupo de extermínio, segundo os delegados da DHPP. Segundo a investigação, os motivos podem estar relacionados à extorsão praticada por grupos de extermínio ou disputa pelo tráfico de drogas.

0 comentários:

Postar um comentário