3 de março de 2022

VIVALDO COSTA REFORÇA PLEITOS POR “ESTRADA DO ALGODÃO” E ADUTORA NO SERIDÓ

Durante a Sessão Plenária desta quinta-feira (3), na Assembleia Legislativa do RN, no horário destinado aos deputados, Vivaldo Costa (PSD) falou de requerimentos feitos pelo seu mandato, tanto ao ministro Rogério Marinho, quanto à governadora Fátima Bezerra. Ao Ministério do Desenvolvimento Regional, requereu a construção da chamada “Estrada do Algodão”, ligando São José do Seridó a Jardim do Seridó; ao Governo do Estado, pediu a retomada das obras na adutora de São José do Seridó.

“Eu solicitei ao ministro Rogério Marinho a construção de uma estrada asfaltada que ligue São José do Seridó - via Caatinga Grande - a Jardim do Seridó: a ‘Estrada do Algodão’. Essa rodovia será importantíssima, primeiro porque vai encurtar a distância entre esses municípios; segundo, porque irá transportar o algodão produzido na Caatinga Grande. 

Então, eu espero contar com o apoio do ministro, que tem se dedicado muito ao nosso RN”, detalhou. Em seguida, Vivaldo registrou a retomada das obras da Barragem de Passagem das Traíras, que havia sido paralisada porque alguns funcionários contraíram Covid-19.

“A construção foi reiniciada agora, num ritmo mais acelerado, que é o desejo da população e também do ministro Rogério Marinho. Ele quer concluir o mais rápido possível essa obra de restauração”, garantiu.

O parlamentar disse ainda ter solicitado à governadora que reinicie a obra na adutora de São José do Seridó, que está paralisada há seis anos. “A população precisa bastante dessas águas. Então, eu faço um apelo hoje ao secretário de recursos hídricos e à governadora, para que autorizem a conclusão da adutora de Passagem das Traíras até São José do Seridó e, no mesmo projeto, que façam uma ramificação até o distrito de Caatinga Grande”, acrescentou Vivaldo.

Por fim, o deputado se somou ao deputado Nelter Queiroz (MDB) na homenagem pelos 80 anos do Colégio Diocesano Seridoense. “Essa escola foi construída pelo primeiro Bispo Diocesano de Caicó, Dom Delgado, com o apoio do senador Dinarte Mariz, que recebeu ajuda dos fazendeiros locais. Eu fui aluno da instituição por sete anos, o que foi uma honra muito grande, sobretudo por ter tido como diretor a figura do saudoso Monsenhor Walfredo Gurgel, que posteriormente foi governador do Rio Grande do Norte”, concluiu.

0 comentários:

Postar um comentário