29 de setembro de 2020

'GURU ESPIRITUAL' DENUNCIADO POR CRIMES SEXUAIS DURANTE REUNIÕES DE SEITA É PRESO NO CE

Uma operação do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) prendeu preventivamente, na manhã desta terça-feira (29), o guru Pedro Ícaro de Medeiros, conhecido como Ikky, acusado de cometer uma série de abusos físicos e crimes sexuais durante reuniões de uma seita espiritual. A prisão preventiva ocorreu em decorrência da prática de crimes contra duas adolescentes, porém ele foi denunciado por outros jovens que frequentavam a Comunidade Afago.

 

 

À época das denúncias, Ícaro disse que no começo deste ano registrou Boletim de Ocorrência alegando ser vítima de calúnia e difamação por parte de pessoas que deixaram a comunidade. Ele negou as acusações de estupro. Segundo o guru, houve relações sexuais com alguns homens, mas elas eram consentidas.

 

 

A operação, nomeada de "Erasta", também cumpriu nesta terça ordens de busca e apreensão em três endereços na capital cearense contra o guru. Os mandados foram expedidos pela 12ª Vara Criminal de Fortaleza. Conforme o MPCE, foram apreendidos aparelhos celulares e computadores.

 

 

Os crimes cometidos contra dois adolescentes por Ikky foram investigados pelo Núcleo de Investigação Criminal e contou com a colaboração do Núcleo de Atendimento às Vítimas de Violência (NUAVV). As investigações iniciaram com a hashtag #exposedfortal, que denunciava crimes sexuais cometidos por suspeitos no Ceará. Após a hashtag, o Ministério Público lançou duas campanhas convocando as vítimas de crimes sexuais no estado.

 

Fonte: G1/CE.

 

0 comentários:

Postar um comentário