15 de junho de 2020

“A GOVERNADORA ESTÁ ESCONDIDA, NÃO ESTÁ ENFRENTANDO”, DIZ ROBINSON FARIA

O ex-governador Robinson Faria fez duras críticas, neste domingo (14), à atual governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra. De acordo com ele, a gestão estadual tem sido “omissa” no combate ao novo coronavírus e tem colocado a política partidária acima do enfrentamento à pandemia.




Robinson afirmou também que a governadora está “escondida”. Ele cobrou de Fátima Bezerra ações mais efetivas na área da saúde e o reconhecimento de que o Governo Federal tem ajudado o Estado.




“O governo (estadual) não está fazendo nada no combate à pandemia. Não tem resposta. O governo está totalmente omisso. A governadora está escondida, não está enfrentando. Ela não dá entrevista porque não tem o que dizer, a não ser quando é entrevista combinada”, afirmou o ex-governador.
Segundo Robinson, o Rio Grande do Norte tem a pior gestão do Brasil no enfrentamento à Covid-19. Para o ex-governador, a atual gestão tem se aproveitado do “legado” deixado pela gestão dele na área da saúde e da ação do Governo Federal.




“A governadora gosta muito de falar do governo federal e do governo estadual passado, que foi o meu. Mas nós implantamos 120 leitos de UTI no Rio Grande do Norte. Ela quer botar a culpa da sua incompetência no governo federal, que só fez ajudar, e no governo estadual passado, que deixou um legado na saúde, que está salvando milhares de vidas. Ela não agradece, só faz criticar”, afirmou.




Sobre a ajuda federal, o ex-governador do Rio Grande do Norte cobrou que Fátima Bezerra explique como serão aplicados os mais de R$ 237 milhões que a administração estadual recebeu na semana passada do governo do presidente Jair Bolsonaro. Robinson também disse que, se não fosse o auxílio emergencial pago a trabalhadores informais e desempregados, milhares de potiguares estariam passando fome atualmente por falta de ação do Estado.





“Os R$ 237 milhões que foram enviados ao Rio Grande do Norte… Conte ao povo o que está sendo feito com esse dinheiro. O povo não está passando mais fome porque está recebendo os R$ 600 do Governo Federal. E ainda quer botar a culpa na União, no presidente. Recebendo dinheiro e falando mal. Uma chuva de milhões e uma chuva de mentiras”, afirmou Robinson.




O ex-governador defendeu, ainda, uma reabertura gradual das atividades econômicas: “A economia tem que rodar. O pai de família não tem opção a não ser trabalhar e sustentar sua família. Vai morrer de fome? O RN é o estado que tem a pior gestão no combate ao coronavírus. O governo é nota zero”.



0 comentários:

Postar um comentário