5 de março de 2020

MP DO PARAGUAI DIZ QUE NÚMERO DO PASSAPORTE DE RONALDINHO PERTENCE A UMA MULHER


O comissário da Polícia Nacional do Paraguai, César Silguero, disse nesta quinta-feira (5) que os números dos passaportes apreendidos na suíte do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho pertencem a duas mulheres de origem paraguaia, moradoras de Assunção. 




Silguero disse, em entrevista coletiva, que os passaportes recolhidos pelas autoridades policiais são originais mas que foram adulterados. Além disso, ele explicou que há duas cédulas de identidade "totalmente falsas", com as fotos de Ronaldo e seu irmão.




Ronaldinho Gaúcho prestou depoimento ao MP nesta tarde, mas não falou sobre o caso. Um advogados dele, Adolfo Marín, afirmou à imprensa paraguaia que o ex-jogador e o irmão "não têm restrições de circulação". Porém, ambos vão ficar no Paraguai por enquanto. 





Ainda não está claro como os documentos falsificados foram parar nas mãos do ex-jogador e do irmão. De acordo com o Ministério Público, os passaportes usados por Ronaldinho foram retirados em janeiro e entregues na quarta-feira.

0 comentários:

Postar um comentário