23 de agosto de 2019

SANTA LUZIA REDUZ ÍNDICES E DEIXA CONDIÇÃO DE ÁREA DE ALTO RISCO PARA SURTO DE DENGUE, ZIKA VÍRUS E CHIKUNGUNYA

Graças a uma força tarefa formada pela Secretaria Municipal de Saúde, através dos agentes de endemias, juntamente com as equipes de Saúde da Família, Santa Luzia conseguiu sair da condição de área de alto risco de surto da dengue, zika vírus e chikungunya. De acordo com o último boletim com dados da 28ª Semana Epidemiológica, divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), o índice de transmissão e infestação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor das três doenças diminuiu no município.





 



O Levantamento Rápido de Índices para Aedes Aegypti (LIRAa) realizado entre os dias 1 e 5 de abril havia classificado o município como zona de alto risco de surto, por apresentar 5,6 de pontuação. No entanto, o último Boletim Epidemiológico com dados atualizados do mês de julho do LIRAa, aponta que Santa Luzia conseguiu reduzir o índice para 3,5, figurando como zona de risco moderado para proliferação dessas doenças.






Ainda conforme os dados do Boletim Epidemiológico da SES, os municípios são classificados pelos níveis de risco alto, que é identificado no mapa pela cor vermelha; moderado (amarelo) e baixo (verde). Santa Luzia vinha permanecendo como área vermelha, chegando no início de 2017 a pontuar acima de 10 pontos na escala do LIRAa.

0 comentários:

Postar um comentário