1 de maio de 2019

MADURO DIZ QUE SEGUIRÁ VITORIOSO, MAS GUAIDÓ CONVOCA NOVOS PROTESTOS PARA ESTA QUARTA-FEIRA, (01)


Na primeira aparição pública desde o início dos conflitos na Venezuela desta terça-feira (30), Nicolás Maduro afirmou que os militares que apoiaram Juan Guaidó foram pagos pela oposição. O chavista ainda negou que tenha perdido respaldo das Forças Armadas e o controle da base de La Carlota, em Caracas.




"A base de La Carlota nunca foi tomada. Ela esteve e continuará sob alerta total", declarou Maduro.




O autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó, iniciou um ato perto da base de La Carlota, considerada estratégica para a Venezuela, nas primeiras horas desta manhã. O líder oposicionista afirmava que conquistou o apoio dos militares venezuelanos, o que o regime chavista rechaçou. Houve confronto, e dezenas de pessoas ficaram feridas.





A declaração de Maduro desta noite foi a primeira aparição pública desde o início dos novos conflitos em Caracas pela manhã. Até então, ele só havia se pronunciado por meio de mensagens nas redes e por porta-vozes.





"Vamos continuar vitoriosos em todas as conjecturas. Nossa causa é de um povo que não quer ser colônia gringa", afirmou o chavista, em cadeia nacional.



Mais cedo, lideranças chavistas convocaram militantes a um ato em frente ao Palácio de Miraflores, de onde Maduro costuma discursar. O chavista, no entanto, não apareceu.

0 comentários:

Postar um comentário