7 de janeiro de 2019

MORTE DE ATOR PARAIBANO É TRATADA PELA POLÍCIA COMO LATROCÍNIO

Um ator e professor de teatro de 30 anos foi morto após ser esfaqueado na madrugada do domingo (6), no Centro Histórico de João Pessoa, segundo a Polícia Militar. Simão Almeida Cunha, de 30 anos, era natural de Campina Grande e passava férias na capital paraibana. De acordo com amigos da vítima, ele teria sido golpeado após sair de um bar. A principal linha de investigação da Polícia Civil é de que o crime foi um latrocínio.





Segundo a PM, o crime teria acontecido por volta de 1h (horário local), no Centro. A vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (samu) e levado para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ainda na madrugada. 





Ainda de acordo com a PM, Simão foi golpeado nas costas, mas ninguém soube explicar como aconteceu o crime e o caso está sendo investigado pela Polícia Civil. 





0 comentários:

Postar um comentário