19 de novembro de 2018

MARCELO PILOTO É LEVADO PARA A PENITENCIÁRIA FEDERAL DE CATANDUVAS


O narcotraficante Marcelo Fernando Pinheiro da Veiga, conhecido como Marcelo Piloto, foi transferido para a Penitenciária Federal de Catanduvas, no oeste do Paraná, onde chegou por volta das 16h30 desta segunda-feira (19). 








A decisão foi do juiz Rafael Estrela Nóbrega, da Vara de Execuções Penais do Rio de Janeiro, e atendeu a pedido do secretário estadual de Segurança do RJ, general Richard Nunes. A autorização, em caráter liminar, fixa prazo inicial de 60 dias para a permanência de Piloto no Paraná. 








Ele aguardava a transferência na delegacia da Polícia Federal em Foz do Iguaçu, também no oeste, para onde foi levado depois de entregue às autoridades brasileiras na manhã desta segunda-feira, quando foi expulso do país vizinho.




Piloto foi levado da delegacia para o Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu em um helicóptero do Polícia Civil do Paraná, que dá apoio à operação, pouco antes das 14h30. Lá, embarcou em um avião rumo ao aeroporto de Cascavel, cidade vizinha a Catanduvas, onde chegou por volta das 15h30, e foi levado de carro para o presídio. 




Na Penitenciária de Catanduvas, que fica a 200 km de Foz do Iguaçu, deverá cumprir a pena de mais de 26 anos de prisão a que foi condenado por latrocínio e por roubo.

0 comentários:

Postar um comentário