7 de novembro de 2018

57 NOVAS VIATURAS SÃO ENTREGUES À POLÍCIA CIVIL DO RN

Garantir a segurança da população do Rio Grande do Norte  é um dos objetivos do Governo do RN.  Desta maneira,  por meio de investimentos do Governo Cidadão, via acordo de empréstimo com o Banco Mundial, trabalhando para a melhoria dos serviços públicos, numa parceria com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SESED), foram entregues, na tarde desta quarta-feira(7), na sede da Degepol,  57 viaturas descaracterizadas para a Polícia Civil do RN.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Desde 2012 a polícia Civil não adquiria veículos de frota própria, e esses novos carros vêm para promover  melhorias nas investigações, uma vez que vão gerar um impacto positivo nas ações de verificação de crimes que ocorrem em todo o estado, promovendo mais celeridade e eficiência.“A entrega dessas viaturas é mais uma ação que mostra o comprometimento do governo com a integridade física e patrimonial da população”, disse o governador Robinson Faria.



A chegada dessas viaturas significa mais segurança para toda a população e mesmo para os nossos policiais, uma vez que devido ao tempo que a polícia não adquiria novos veículos, os criminosos passaram a identificar os mesmos. E  as novas viaturas vão suprir essa demanda”, comentou Sheila Freitas, secretária de Segurança Pública do RN.



Além desses novos  veículos que chegam para facilitar o trabalho dos policiais por possuírem uma estrutura adequada para a prática de investigação, o Governo Cidadão investiu fortemente em ações para a prevenção da violência e melhoria da segurança.



Foram feitos investimentos  desde o fortalecimento institucional , passando por capacitações, programas para os jovens como o Proerd, o Ronda Cidadã, aquisição de equipamentos como máquinas para delegacias e CIOSP, para rede metropolitana de dados,  videomonitoramento e digitalização de documentos e acervos do Itep, que somam quase R$ 80 milhões”, finalizou Vagner Araújo , secretário de Gestão Metas e Projetos do Governo e coordenador do Governo Cidadão.

0 comentários:

Postar um comentário