13 de agosto de 2018

CHACINA EM SC FOI VINGANÇA POR DÍVIDA DE R$ 40 MIL, DIZ POLÍCIA

Vingança por uma dívida de cerca de R$ 40 mil, promessas não cumpridas de pagamento, ameaças e a tentativa de enganar um dos investigados estão entre as motivações da chacina que matou cinco pessoas, quatro da mesma família, em Florianópolis, segundo a Polícia Civil. Um dos suspeitos de planejar o crime declarou à polícia que se baseou em um seriado de TV para matar as vítimas. Ele não tinha antecedentes criminais. 








O delegado Ênio Mattos, da Delegacia de Homicídios da Capital, disse que além dos dois suspeitos presos de forma temporária, há um terceiro envolvido que ainda não foi identificado. Todos são moradores de Santa Catarina, afirmou Mattos. 






A chacina ocorreu em 6 de julho. Morreram o viúvo e empresário Paulo Gaspar Lemos, 78, e os três filhos dele: o empresário Leandro Gaspar Lemos, 44, Paulo Gaspar Lemos Junior, 51, que tinha deficiência intelectual, e a artesã Katya Gaspar Lemos, de 50. A quinta vítima era Ricardo Lora, 39, sócio da família. Com exceção de Leandro, todos viviam no apart-hotel. 





O primeiro suspeito foi preso na fronteira com o Uruguai e levado a um presídio local, ainda sem data para ser transferido para Santa Catarina. O segundo foi preso no sábado (10), em São José, na Grande Florianópolis.

0 comentários:

Postar um comentário