30 de junho de 2018

COMEDIANTE DIZ QUE CONSEGUIU PASSAR TROTE EM TRUMP A BORDO DO AIR FORCE ONE

Um comediante dos EUA garante que enganou Donald Trump e seus assessores e passou um trote no presidente enquanto ele estava a bordo do Air Force One, o avião presidencial. John Melendez apresentou uma gravação da conversa na noite de quinta-feira (28) em seu podcast, “The Stuttering John Podcast”. 




A Casa Branca não se pronunciou oficialmente sobre o caso e não confirmou a autenticidade da gravação, mas diversos veículos de imprensa dos Estados Unidos afirmam que há uma investigação em andamento para saber como a segurança interna permitiu que a chamada chegasse até a Trump. 




Segundo John, ele telefonou para a Casa Branca se apresentando como Sean Moore (um nome inspirado nos atores Sean Connery e Roger Moore), um assessor do senador democrata Bob Menendez, e foi informado que Trump não estava disponível porque fazia um discurso em Dakota do Norte naquele momento. 




O comediante diz que usou um sotaque britânico e ficou um bom tempo esperando na linha, até que um telefonista da Casa Branca acreditou em sua identificação, mas perguntou porque ele usava um número da Califórnia, já que o senador Menendez representa o estado de Nova Jersey. Ele usou a desculpa que estava de férias, e mais uma vez o operador acreditou nele, pedindo que aguardasse um retorno. 





Ainda de acordo com sua explicação no podcast, algum tempo depois ele recebeu uma ligação de Jared Kushner, genro e assessor do presidente, que o acompanhava em sua viagem. Kushner disse que estava a bordo do Air Force One e perguntou se o senador poderia aguardar um tempo na linha ou se preferia que ele ligasse novamente em breve, alternativa escolhida pelo comediante.  Nesse momento, um amigo dele passou a fazer o papel de Bob Menendez, e quando Kushner telefonou pela segunda vez, foi colocado em contato direto com Trump.

0 comentários:

Postar um comentário