11 de abril de 2018

RISCO DE ROMPIMENTO DA BARRAGEM DO BEZERRO TIRA 1,3 MIL FAMÍLIAS DE CASA

A Defesa Civil do Estado subiu para oito o número de cidades em alerta para alagamento, após abertura de desvios para escoar o excesso de água na Barragem do Bezerro, que corre risco de rompimento em José de Freitas. Os municípios monitorados são: José de Freitas, Luzilândia, Joca Marques, Madeiro, Esperantina, Cabeceiras, Barras e Batalha.



Com o rompimento da Barragem do Bezerro, cerca de 1.300 famílias seriam atingidas direta e indiretamente. Até o momento, 321 famílias já foram removidas no município de José de Freitas. Nas áreas de risco das demais cidades em alerta chegam a 377 famílias retiradas, com ajuda do Exército Brasileiro e Polícia Militar. Em Barras, as aulas foram suspensas nas escolas para abrigar moradores desabrigados.


Em nota, o governo do estado informou ter intensificando as ações para evitar maiores danos com enchentes, inundações e possibilidades de rompimentos em barragens e sangramentos em açudes. O governo está distribuindo colchões, cestas básicas e kits de limpeza e higiene para as famílias afetadas.



"Um especialista em barragem, da Universidade Federal de Pernambuco, fará uma visita técnica em José de Freitas e atuará como consultor no projeto de recuperação. Com o canal aberto pelo Idepi, o nível da água no reservatório já baixou 23 centímetros e em breve já deverá passar por reparo", acrescentou a assessoria do governo.

0 comentários:

Postar um comentário