7 de fevereiro de 2018

'REMÉDIO AMARGO', DIZ GOVERNADOR DO RN SOBRE PACOTE FISCAL ENVIADO À ASSEMBLEIA

O governador Robinson Faria (PSD) disse nesta terça-feira (6) que o pacote de medidas encaminhado à Assembleia Legislativa, denominado RN Urgente, é um “remédio amargo” para a crise financeira do Rio Grande do Norte. Faria esteve nesta terça-feira, (06) na AL, para a leitura da mensagem anual, e falou com a imprensa antes do início da cerimônia.
 
 
 
 
Robinson Faria afirmou ainda não estar preocupado com seu futuro político, já que os projetos desagradam parte da população. Disse que é um momento da classe política se unir, “independente de partido” para pôr em prática as medias que, segundo ele, vão "salvar o Estado".
 
 
 
 
 
Durante a leitura da mensagem na abertura do ano legislativo, o Robinson Faria também falou sobre obras e projetos, além de problemas como a insegurança.
 
 
 
 
Ao falar sobre os projetos encaminhados à Assembleia, o governador considerou que alguns são "remédios amargos", mas necessários.
 
 
 
 
 
"Nós precisamos enxugar o Estado pro RN ter futuro. Temos hoje uma oportunidade preciosa para que todas as estruturas e poderes do estado se somem a este esforço. Existem distorções históricas que precisam ser corrigidas, todos sabemos disso. Esta Augusta Casa ainda tem uma oportunidade de contribuir para este grande esforço", declarou.
 
 
 
 
 
 
 

0 comentários:

Postar um comentário