4 de fevereiro de 2018

PM É PRESO SUSPEITO DE CHEFIAR MILÍCIA E COMANDAR ASSASSINATOS NO RN

Um policial militar do Rio Grande do Norte foi preso na manhã deste sábado (3) em operação realizada pela Força Nacional. Segundo o Ministério Público, Erinaldo Ferreira de Oliveira é suspeito de chefiar uma milícia com atuação em Ceará-Mirim, município da Grande Natal, responsável por vários assassinatos na cidade.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ainda de acordo com o MP, 'Naldão' assumiu a chefia da milícia após a morte do sargento PM Jackson Sidney Botelho, no dia 20 de fevereiro do ano passado, crime ocorrido lá mesmo, em Ceará-Mirim. As investigações tiveram apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).
 
 
 
 
 
Após a morte do sargento, “o que se viu foi um verdadeiro e trágico banho de sangue, resultando nas mortes brutais de 12 pessoas em pouco mais de 48 horas, fato que ganhou grande repercussão regional, estadual e até em âmbito nacional”, diz a denúncia do MP.
 
 
 
 
 
 
A denúncia detalha o relatório das investigações e aponta que, dentre os mais de 100 inquéritos policiais instaurados com o objetivo de apurar os crimes em Ceará-Mirim, 74 possuem a mesma dinâmica criminosa: os executores utilizam motos ou carros, balaclavas e roupas escuras, efetuam disparos em quantidade excessiva e em especial na região cervical da vítima, ameaçam as testemunhas presentes e fogem sem deixar qualquer vestígio.

0 comentários:

Postar um comentário