21 de novembro de 2017

EX- MULHER DE FABIANO “OIÃO” DÁ ENTRADA EM HOSPITAL REGIONAL DO SERIDÓ APÓS SER BALEADA NA MÃO

A ex-mulher do perigoso bandido, Fabiano ”Oião”, morto em troca de tiros com a PM de Caicó, em agosto passado, Juliana Virgínia, moradora do João Paulo II, conhecida como a “Ceguinha”, foi baleada em uma das mãos, mas ao ser socorrida para o hospital Regional de Caicó, nesta segunda-feira, (19), preferiu a lei do silêncio.
 
 
Ao negar a autoria do crime, a mulher que tem envolvimento com o mundo das drogas, dificulta o trabalho da polícia, mas, sem sombras de dúvidas, sabe-se que, um tiro na mão é uma “advertência” por parte de algum traficante, ao chefe de facção criminosa, para quem desobedece “as leis” por eles impostas, ou até mesmo por dívida de drogas.

0 comentários:

Postar um comentário