20 de novembro de 2017

EM COLETIVA, DELEGADO GERAL DE POLÍCIA ANUNCIA PRISÃO DE POLICIAL CIVIL QUE TROCOU TIROS COM CAPITÃO DA PM POR TENTATIVA DE HOMICÍDIO

O policial civil que trocou tiros com um capitão da Polícia Militar na noite do sábado (18) após se envolver em uma briga de bar na Zona Sul de Natal está preso e vai responder por tentativa de homicídio. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (20) durante uma coletiva de imprensa, pelo Delegado Geral de Polícia do RN, Dr. Correia Júnior, (foto).
 
 
 
 
 
 
Capitão da PM, Andrey Jackson foi atingido no pescoço, no braço e no abdômen, mas não corre risco de morte. Já o agente Adorian Silva, foi ferido com dois tiros no peito, ocasionando uma hemorragia no pulmão. Ele foi submetido a uma segunda cirurgia na noite do domingo (19) e seu estado de saúde ainda é considerado grave.
 
 
 
 

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) é quem está a frente da investigação. "A Polícia Civil deixa claro que este fato é um caso isolado, trata-se de uma fatalidade que envolveu dois servidores da segurança pública. Desde o momento em que a instituição tomou ciência do fato, não olvidamos esforços para enviar equipes ao local do crime. Policiais civis conseguiram colher depoimentos de testemunhas e do capitão da Polícia Militar, momentos após o ocorrido. A comissão da DHPP está empenhada em elucidar o caso e descobrir toda a dinâmica e qual a participação de cada um dos policiais no ocorrido. Diante das primeiras constatações, o policial civil teve a sua prisão em flagrante decretada pelo crime de tentativa de homicídio”, detalhou o delegado-geral Correia Júnior.

0 comentários:

Postar um comentário