21 de setembro de 2017

JUIZ DA LAVA JATO CONDENA EX-GOVERNADOR SÉRGIO CABRAL A 45 ANOS DE PRISÃO

O juiz Marcelo Bretas, responsável pela Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, condenou nesta quarta-feira o ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB) a 45 anos e dois meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e pertencimento a organização criminosa.
 
 
 
 
É a primeira condenação do ex-governador nos processos que tramitam no Rio de Janeiro. Ele já havia sido condenado em junho deste ano a 14 anos e dois meses de prisão pelo juiz Sergio Moro, responsável pela Lava Jato em Curitiba. Ele foi considerado culpado de recebimento de 2,7 milhões de reais em propina na obra do Comperj, o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, com base em provas e depoimentos de delação de executivos da construtora Andrade Gutierrez.
 
 
 
 
Segundo a sentença desta quarta-feira, Cabral também cobrou e recebeu propina de obras como a expansão do metrô em Copacabana, a reforma do Maracanã para os Jogos Pan-Americanos de 2007, o Mergulhão de Caixas, o PAC das Favelas, o Arco Metropolitano e a reforma do mesmo Maracanã para a Copa do Mundo de 2014.
 
 
 
Com ele, foram condenadas outras 11 pessoa, entre elas a ex-primeira dama Adriana Ancelmo, considerada culpada pelos crimes de lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa – somadas, as penas de prisão dela, superam 28 anos.

0 comentários:

Postar um comentário