18 de julho de 2017

TEMER TENTA ATRAIR DEPUTADOS DO PSB A FIM DE EVITAR MIGRAÇÃO PARA O DEM

O presidente Michel Temer (PMDB) e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), participaram de reuniões separadas na manhã desta terça-feira (18) na qual tentaram atrair para seus partidos um grupo de deputados insatisfeitos do PSB.
 
 
 
 
 
Esses parlamentares, que são cerca de 10, segundo a líder da sigla na Câmara, Tereza Cristina (MS), apoiam as reformas propostas pelo governo. A postura deles gerou tensão dentro do partido, que faz oposição ao Planalto. Segundo a deputada, há conversas em curso sobre a ida para outras legendas.
 
 
 
 
 
Temer decidiu participar de um café da manhã na casa de Tereza Cristina nesta terça para evitar a migração para o DEM, que fortaleceria o grupo político de Maia. O presidente da Câmara é o primeiro na linha sucessória e assumiria a Presidência da República provisoriamente em caso de afastamento de Temer. Oficialmente, os dois são aliados.
 
 
 
 
 
Após o café da manhã, Tereza Cristina, uma das insatisfeitas no PSB, disse que a conversa com Temer foi "comprida e tranquila". Ela relatou ainda que houve um oferecimento para o grupo ir para o PMDB.
 
 
 
 
 
"Ele [Temer] sabe da intenção desse grupo, mas não é uma debandada. Nós ainda estamos tentando conversar com o partido, mas existe uma possibilidade [de saída], sim . Nós estamos conversando com o DEM, conversando com o presidente Rodrigo Maia, e também aventou-se aqui a possibilidade de irmos para o PMDB. Houve essa conversa também. Um oferecimento para o grupo", disse a deputada.
 
 
 
 
Além de Tereza Cristina e Temer, participaram do café da manhã o ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho, e os deputados Danilo Forte (PSB-CE) e Fábio Garcia (PSB-MT).
 
 
 
 
 
 
Poucos minutos depois da reunião na casa de Tereza Cristina, parlamentares do grupo de insatisfeitos do PSB foram à residência oficial de Rodrigo Maia. No encontro, eles foram convidados para migrar para o DEM, informou o deputado Pauderney Avelino (DEM-AM).

0 comentários:

Postar um comentário