8 de junho de 2017

DESTROÇOS DO AVIÃO DA FORÇA AÉREA DE MIANMAR DESAPARECIDO E CORPOS SÃO ENCONTRADOS

A Marinha de Mianmar anunciou nesta quinta-feira (8) ter encontrado no Oceano Índico a fuselagem e corpos do avião desaparecido na véspera com 122 pessoas a bordo. "Encontramos o avião e alguns corpos esta manhã, às 8h25 (22h55 de quarta, em Brasília)", informou um porta-voz militar.
 
 
 
 
Os destroços foram localizados por uma equipe de resgate da Marinha diante da costa de Launglon, no Mar de Andamão, na zona do Oceano Índico ao sul de Mianmar.
 
 
 
Os socorristas recuperaram 10 corpos até agora, sendo 6 adultos e 4 crianças.
 
 
 
Uma roda de avião, dois coletes salva-vidas e alguns sacos com roupas também foram encontrados, segundo o Exército.
 
 
 
Nove navios da Marinha e três aviões da Força Aérea participavam das buscas do avião, que desapareceu na quarta (7), quando fazia a rota entre Myeik e Rangum.
 
 
 
 
As últimas informações revelam a presença de 122 pessoas a bordo, incluindo familiares de militares - sendo 15 crianças - e 35 soldados, além de 14 tripulantes.
 
 
 
 
Apesar de ser período de monções em Mianmar, as condições climáticas não eram ruins no momento em que o avião desapareceu.
 
 
 
 
O piloto, tenente-coronel Nyein Chan, tinha mais de 3 mil horas de voo.
 
 
 
 
 
A aeronave era um Y-8F-200 turboélice de quatro motores, de fabricação chinesa, modelo muito utilizado pela Força Aérea do país para o transporte de pessoas ou de cargas.
 
 
 
 
As autoridades militares disseram que o avião foi entregue em março do ano passado e tinha apenas 809 horas de voo.

0 comentários:

Postar um comentário